Serviços

 

 

Encontra-se em curso o Projeto de Requalificação e Valorização do Promontório de Sagres. Trata-se de uma operação de requalificação, enquadrando os valores patrimoniais e ambientais deste lugar, de forma a tirar partido das suas múltiplas potencialidades e transformá-lo num pólo cultural de referência, contribuindo assim de forma significativa para o alargamento da oferta cultural e de lazer na região do Algarve.

Neste âmbito algumas valências encontram-se encerradas temporariamente, nomeadamente o Centro Expositivo e a Cafetaria.

 

Projeto Expositivo

 

                      

Está em desenvolvimento a instalação dos conteúdos do Centro Expositivo que irão permitir uma adequada interpretação do local na sua relação com os Descobrimentos Portugueses e com a figura do Infante D. Henrique.

Além do espaço para essa exposição de longa duração, foi concebido um espaço para exposições temporárias. Pretende-se, quer através de um conteúdo mais histórico, quer através de um olhar contemporâneo, fomentar no visitante uma atitude de descoberta e questionamento, proporcionando novas perspetivas e olhares sobre os portugueses e a sua história, nomeadamente desde os Descobrimentos.

 

Espaços Disponíveis

 

A Fortaleza de Sagres dispõe de vários espaços, nomeadamente um auditório com 50 lugares, sala multiusos, espaços exteriores dentro e fora de muralhas. Estes espaços podem ser disponibilizados a entidades externas para atividades culturais, ou outras, desde que compatíveis com a natureza do monumento, de acordo com a tabela de preços em vigor.

 

Acessibilidades

 

O Promontório de Sagres dispõe de parque de estacionamento exterior para viaturas ligeiras e autocarros de passageiros.

Existe a preocupação de melhorar as condições de visita dos utentes com mobilidade condicionada, pelo que já foram e continuarão a ser concretizadas melhorias consideráveis, nomeadamente no acesso aos diversos edifícios. Nesse sentido, os visitantes dispõem de uma passadeira acessível ao longo do promontório – cerca de 2 quilómetros – que facilita a circulação pedonal e em cadeiras de rodas. Foi também instalada uma maqueta tátil do Promontório de Sagres para melhorar a percepção do espaço por parte dos visitantes com incapacidades visuais.